20/12/2008

V entre Seios

DeSousa's


O V do teu Seio, wonderbrava um nível sintáctico, paralelado no inverso,
assumia uma superfície textual, organizando o pensamento.

Repousava o ponto de vista, na confluência do V em seio,
tacteado em trémulos desejos, nomeadamente, entre dois elementos.

Uma estrutura cruzada, por entre os lábios,
um suspiro relacionável com o momento, deixa se descobrir, tesamente.

Nas configurações frásicas, fásicas, fálicas,
falo um poema falatório do silêncio,
escutado… um nada universo.

Sem comentários: