23/11/2007

Lésbico machismo


Andava em bicos dos pés largos
á noite na hora que me tem puro
encontrei-te toda molhada
vento por cima
trovão por baixo
como se nada fora do passado
de paixão fática

estase como lugar do valor
da ruralidade e da feminilidade não verbais
esgotei os cálices

a chama que me tem ardido
a mão que houvera imposto ferir
a compaixão da maldade
a sensualidade tão clara
o lésbico machismo

deste me um sofrimento, como um deus a mim

acabado o amor ou revolução, vestes o preto vestido
fica te bem.

Sem comentários: