31/01/2007

RETALHOS DE ESCULTURAS

Escultores do tempo... esculpindo farois de arco-íris...
Curvo-me numa VÉNIA tocando os pólos dos mundos... agradecendo.


...parte-se em mim qualquer coisa. O vermelho anoiteceu. Senti de mais para poder continuar a sentir
Esgotou-se-me a alma, ficou só um eco dentro de mim.
Decresce sensívelmente a velocidade do volante.
Tiram-me um pouco as mãos dos olhos os meus sonhos.
Seja com alegria que eu reconheço que a morte
vem com um sol distante na antecâmara do meu não ser.
" E eu era feliz? Não sei: / Fui-o outrora agora!!
Fernando Pessoa (1915)


... o fim da tarde prometia chuva de noite. já muitas
vezes um vento maluco tinha corrido às cambalhotas
pelo areal, levantando àrvores de pó com folhas de papel dos montes de lixo escondidos pelo capim.
As portas e janelas se fechavam na cara desse vento
que traz desgraça e os olhos interrogavam,dos quintais
as nuvens cinzentas crescendo sobre a cidade...
Luandino Vieira (1962)


... enquanto ando lá por baixo, esqueço-me de
que tenho cá dentro um tal rosário de reacções
à espera de estímulo. Prova evidente de que os
ramos e as folhas estão longe das raízes...
Tudo o que sou claramente não é daqui. Mas
tudo o que sou obscuramente pertence a este
chão. A minha vida é uma corda de viola esticada
entre dois mundos. No outro, oiço-lhe a música;
neste, sinto-lhe as vibrações...
Miguel Torga (1965)


...O destino tem quatro direcções cruzadas. Quatro
pontas,igual os pontos cardeais. Minha felicidade está no este,dizia Apolinário.
Sempre que se encontrava perdido ele
tomava o sentido da nascente.
Fosse riqueza fosse mulher: seria nesse endereço que
encontraria seu aumento. Nunca ele encontrara
recompensa nem nesse nem em outro ponto cardeal.
Ao contrário sua existência era feita de substracção
contínua: no salário, na esperança, nos filhos que não vingaram...
Mia Couto (2001)

1 comentário:

Gwendolyn disse...

Oi, Kim.

Sabes escolher tão bem os textos que publicas no aqui, que além de belos, têm um conteudo profundo que nos levam à reflexão dentro desta como você chama Universidade da Vida. Não prescindo de vir aqui.

Um abraço X e demorado

Gwen