29/01/2007

O PROFETA

A diferença entre um profeta e um poeta é que o primeiro vive aquilo que ensina.

O poeta não o faz ; ele pode escrever versos magníficos sobre o amor, e mesmo assim, continuar sem ser amado. Quando uma pessoa aceita não ser amada acaba por se transformar em alguém impossível de se amar.

A arte é a tentativa de exprimir o que a humanidade ama. Em todas as épocas, nós amamos a beleza.

Nem tudo o que é belo é bom, mas toda a bondade é bela.
Kahlil Gibran (1922)

1 comentário:

Gwendolyn disse...

Oi, Kim.

Tenho que vir todos os dias aqui, para sentir toda esta beleza, toda esta energia que colocas nesta tua página, e Kahlil Gibran é indispensável nesta atmosfera.

Um super abraço, e um beijo

Gwen