18/01/2007

CONFUSÃO


...Nos Açores..

O aborto nos Açores “ não faz qualquer sentido” devido `a prevenção feita nos Serviços de Saúde...
-Dr. Carlos Lima-

Que inocente que sou, julgava que a questão do aborto, negação do surgimento/continuação de uma vida, era um assunto de índole moral!??
Afinal não, existem concepções logísticas, envolvendo a questão Temos aqui provavelmente mais uma “prenda” de nós “países desenvolvidos”, para “essa gente” do “terceiro mundo”, subdesenvolvidos. Lá sim, provavelmente, “justificam-se” os abortos.
A ciência afirma que a concepção duma vida ocorre no momento do encontro entre os 23 (óvulo) e os 23 (esperma) cromossomas.
Os leigos ( somos todos) dividem-se : um dia . dez dias , três semanas, cinco semanas, eteceter e tal.. Uma variada riqueza de ideias, comprovando a nossa babélica utilização das palavras.


Pergunto eu:

Os 23 + 23 cromossomas já existiam antes do encontro : é inegável. Se um dos lados antes do “dito encontro” através da química (comprimidos ,injecções) altera, evita a fecundação. “Homicídio intencional prematuro”.
A verdadeira “factura” por termos começado a alterar o processo criativo ainda nos vai ser apresentada: Também esta mania do ser humano brincar, alguns julgam-se mesmo, aos “Deusinhos” só podia ir por aí: CONFUSÃO TOTAL.

...das Nações Unidas...

Num relatório ontem publicado e em relação ao ano de 2006 no Iraque foram mortos 34.452 civis tendo ficado feridos 36.685.
Sadham foi enforcado por mandar matar 150, 1000 ou 5000 civis.

Pergunto eu :

Foram mortos , quer dizer mandaram matar ; quem ,enforca quem, no caso do Iraque?
-É a guerra ! Justificado fica por omissão o assassínio.

Aborto, interromper, guerra, mandar matar, enforcar, civis, fetos, os cromossomas, antes, depois , agora, morte , vida são meras “palavrinhas” para nós brincarmos.

Sem comentários: